Se você tem um pequeno negócio e já disse ou pensou em algo como “quando meu negócio estiver mais estabilizado, vou investir mais em propaganda” ou “meu negócio é muito pequeno para poder gastar verba com marketing”, você pode estar pensando de forma errada…

Já ouviu aquela máxima, “propaganda é a alma do negócio”? Pois bem, ela retrata o peso que o marketing tem para um negócio, e a importância que o empreendedor dá a ele.

 

1. Marketing não é “gasto”, é um “investimento”

 

Deve fazer parte de sua estratégia de negócio. Um investimento de marketing pode ser algo tão simples como a impressão de cartões de visitas novos, renovação da fachada e disposição dos produtos na vitrine. E também ao que costumamos relacionar mais diretamente com a propaganda externa, como anúncios em Aplicativos, internet,revistas, tv, outdoors e etc.

 

2. Quanto devo investir em Marketing?

 

A maior parte dos estudos em administração aponta algo entre 3 a 10% do faturamento bruto. Se o seu negócio prevê faturar R$ 10.000,00 no próximo mês, por exemplo, deveria estar investindo algo entre R$ 300,00 à R$ 1.000,00 no mês anterior, diretamente em marketing. E isto independente se os negócios vão bem ou mal. Pois é, e se o negócio vai mal e tem falta de clientes mesmo com esse investimento, imagine então o cenário sem investimentos em marketing?

É triste, mas já vi muito empreendedor de primeira viagem gastar tudo o que tinha e o que não tinha criando sua marca, montando uma linda loja com mobiliário de primeira linha e depois relutar para investir qualquer tostão com marketing. E como não se apresenta ao mercado, acaba não vendendo e fechando suas portas meses depois. Uma pena, mas uma história muito comum que se repete várias e várias vezes mundo a fora, e esse foi só um exemplo.

Agora, é importante que você, dono de um pequeno negócio, e que deseja ter sucesso, crie uma cultura de investir em marketing, faça chuva ou faça sol, mas mais importante ainda, que aprenda a medir o resultado de cada ação de marketing realizada. Assim, com o tempo, você saberá quais investimentos trarão ou não, bons resultados para o seu negócio e se você fazia parte do grupo que enxergava gasto e não investimento, não fará mais.